Afeganistão: Ajuda Alimentar de Emergência

Afeganistão: Ajuda Alimentar de Emergência

 

Em junho de 2016, a Fundação Focus Assistência Humanitária (FOCUS) distribuiu alimentos vitais fornecidos pelo Programa Alimentar Mundial da ONU (WFP) a 327 agregados familiares, ou 1547 pessoas, que sofriam de grave escassez de alimentos há vários meses, no Corredor de Wakhan, no Afeganistão.

 

Os habitantes dos distritos do Grande e do Pequeno Pamir, localizados na remota província de Badakhshan, no Afeganistão, receberam pacotes de alimentos do WFP que continham farinha de trigo, óleo vegetal, leguminosas, sal e biscoitos energéticos o suficiente para alimentar toda a população destes distritos durante dois meses.

 

Os alimentos foram entregues por barco ao Afeganistão a partir do Tajiquistão, através do rio Panj, no âmbito de um acordo transfronteiriço entre a FOCUS e o governo tajique. Dali foram transportados por camião ao longo do Corredor de Wakhan, pois o acesso rodoviário ao Grande e ao Pequeno Pamir é limitado do lado afegão da fronteira.

 

As comunidades de alta montanha que residem no Grande e no Pequeno Pamir são predominantemente pastores quirguizes que mantêm um estilo de vida nómada, dependendo dos seus animais para subsistirem. A segurança alimentar é um problema permanente nesta zona, tendo sido agravada este ano devido aos efeitos das alterações climáticas.

 

A queda de neve tardia limitou o acesso da comunidade às áreas ancestrais de pastagem, assim como a disponibilidade de forragem para os animais. Isto teve um efeito negativo nos aldeãos, resultando não apenas na perda de animais e de meios de subsistência, mas também numa grande escassez de alimentos. A ajuda alimentar proporcionada pela FOCUS irá ajudar a assegurar a subsistência destas comunidades durante os próximos meses.

 

A FOCUS distribuiu ajuda de emergência na província de Badakhshan, no nordeste do Afeganistão, na sequência de desastres naturais, como terramotos e inundações, e trabalha na redução do risco de catástrofes em toda a província. A FOCUS irá continuar envolvida nesta região e noutras províncias do país em projetos de assistência e desenvolvimento.